Blog

Quer aprender inglês? Tenha 5 motivos para começar já!

Image

Você já sabe que o inglês é a língua mais falada no mundo, não é? Por isso que desde pequenos somos motivados a aprender esse idioma e temos a certeza que isso vai nos garantir um bom emprego. Mas falar inglês pode abrir muito mais portas do que você imagina. Quer conhecer bons motivos para aprender a língua? Vem com a gente e... ah, nunca é tarde para aprender!

Get a job!

Business, business, business! Yes! O inglês é o idioma mais presente no mundo dos negócios, através dele é possível se comunicar com mais facilidade com pessoas do mundo inteiro. Ter inglês fluente ou um bom conhecimento da língua é o que garante um bom emprego, pelo menos em empresas multinacionais e também aquelas que se comunicam além das barreiras regionais. Aposte nisso. Não precisa falar perfeitamente e se preocupar em ter uma pronúncia exata, no mundo dos negócios saber se comunicar de maneira efetiva é o que vale.

It’s tech, baby!

Já reparou que nos aplicativos, softwares e na própria internet a maioria das palavras está em inglês? Sim! Nem sempre traduzimos comandos e ações para o mundo da tecnologia. Adotamos palavras que podem ser entendidas globalmente, por isso ter conhecimento do idioma e, principalmente, ter interesse no que significa aquele gadget, pode abrir muitas janelas para você.

The king of Netflix!

O Netflix mudou a maneira como consumimos conteúdo. Podemos ver filmes, séries, animações, desenhos nos principais idiomas, com legenda ou sem legenda. Imagine só poder ouvir a voz original do seu ator preferido e ainda entender o que ele está falando? Claro que facilita muito a dublagem, mas não há nada melhor que poder absorver novas palavras, entender expressões e sentir-se mais próximo através da linguagem falada. Seja o rei do Netflix! Domine a língua inglesa.

More Content!

Apesar de termos conteúdos em todos os idiomas, o que está disponível em inglês na internet é muito mais abrangente. Como o inglês acaba sendo uma língua padrão, muitos artigos acadêmicos, científicos, entre outros materiais de conhecimento específico, estão em inglês. Existe uma vantagem muito grande para quem pode acessar esse conteúdo sem se preocupar com traduções ou que alguém ajude a entender. Go ahead! Faça inglês!

Travel!

Agora o motivo mais animador de falar inglês é poder viajar sem se preocupar se vai ou não conseguir se comunicar. Além de ser essencial para viagens a países de língua inglesa, o idioma abre outras oportunidades de se comunicar e conhecer pessoas de todo o mundo. Para quem viaja, mesmo com o básico é possível trocar informações, ideias e até bater um papo agradável. Além disso, a língua oficial dos viajantes é o inglês.

E aí, o que você está esperando? A gente dá uma forcinha! Informe-se sobre nossos cursos de inglês presenciais e online!

Quer saber por que é bom aprender francês?

Image

Quem resiste ao sotaque francês ou àquela frase: “Je t’aime”? O francês é o 9º idioma mais falado no mundo e o 3º mais usado na internet. E não faltam motivos para aprender francês! Confira aqui alguns deles:

1. Para negócios

Você sabia que aqui no Brasil tem mais de 500 empresas francesas instaladas? Sim, tendo o francês como idioma, certamente você terá um diferencial para concorrer a uma vaga de emprego nessas empresas. Veja alguns exemplos: Carrefour, ArcelorMittal, Saint Gobain, Vallourec, Silvi entre outras tantas. Aliás, o francês por ter uma lógica de construção de frases e expressões muito interessante e é muito bom para os negócios.

2. Diplomacia, moda e gastronomia

O francês é a língua tradicional da gastronomia, moda, teatro, artes, visuais, dança e arquitetura. Todas essas áreas que envolvem muita criatividade e glamour têm o idioma como marca. Além disso, oficialmente é a língua de trabalho da ONU, UNESCO, Cruz Vermelha, OTAN, Comitê Olímpico, União Europeia e FIFA.

3. Fácil de aprender

Como a maior parte da base do francês é de origem latina, nós que falamos o português temos uma grande facilidade em aprender francês. Muitas palavras foram incorporadas ao nosso idioma e também usamos o mesmo alfabeto. Outras tantas palavras têm grafias parecidas e a pronúncia também nos dá uma familiaridade com alguns sons em português. Em pouco tempo o estudante de francês cria uma lógica natural para substituir as palavras para o francês e entende como funciona a construção de frases. Mas isso a gente vai deixar para uma matéria exclusiva logo mais.

4. Viagens

A França é o país mais visitado do mundo, o local mais romântico e procurado por casais e amantes da gastronomia, moda e artes. São mais de 70 milhões de turistas por ano exibindo selfies no Louvre, na torre Eiffel, na catedral de Notre Dame entre outros pontos importantes. Além do território francês, se você for viajar para Bélgica, Canadá e Marrocos, saber francês é fundamental.

5. Simpatia francesa

Quer garantir a simpatia dos parisienses? Peça informações em francês para eles. Claro que todos nós adoramos quando encontramos turistas estrangeiros tentando falar nosso idioma, mas na França é algo ainda mais importante. Durante algum tempo, o francês foi língua oficial, ensinada em escolas de todo o mundo, utilizado para negócios e literatura, mas o inglês acabou ganhando força e os franceses perderam a posição de língua oficial. Então, se você se esforçar para conversar com eles em francês, terá todo o apoio e descobrirá coisas incríveis por lá.

Gostou? Quer saber um pouco mais sobre o francês e seus grandes benefícios? Entre em contato com a gente!

Você sabia?

Image

1. Aprender um novo idioma, além de ajudar você a se comunicar melhor e abrir oportunidades de trabalho, ajuda a aumentar a capacidade do seu cérebro, aumentando a memória, habilidades cognitivas e a realização de multitarefas. Independentemente de quando você começa, seja criança, jovem, adulto ou terceira idade, o idioma ajuda você a se concentrar melhor, ter uma capacidade auditiva maior e ter um menor declínio cognitivo no decorrer dos anos. Os riscos de ter Alzheimer diminuem: a proporção de pessoas que falam mais de um idioma com Alzheimer é menor do que aquelas que falam apenas um.

2. O processo de raciocinar em outro idioma melhora o processo de tomada de decisão. Quando você utiliza um idioma diferente da sua língua mãe, as decisões passam a ser mais sistemáticas e menos baseadas em fatores negativos.

3. É possível aumentar a capacidade de percepção. Pessoas que falam mais de um idioma são mais observadoras, capazes de manter o foco, filtram informações não importantes e identificam aquelas que estão erradas. Ter contato com outra língua faz com que estejamos expostos a outras culturas, o que aumenta nosso repertório e isso influencia diretamente em nossa criatividade. Você consegue encontrar mais soluções criativas para problemas diversos.

4. Quando você está aprendendo um novo idioma, especialistas afirmam que é possível aprender recursos básico de comunicação em apenas poucas semanas. O que motiva você a querer mais e mais.

5. É possível compreender melhor a língua materna quando se aprende outra, e melhor, existe uma facilidade ainda maior para aprender o terceiro idioma. O entendimento lógico da construção de uma frase ou expressão melhora muito.

Que tal começar a aprender uma segunda língua? Fale com a gente!

Qual a melhor idade para começar a aprender inglês?

Image

Se você tem filhos pequenos, já deve ter se perguntado que idade é ideal para eles começarem a aprender inglês. Na verdade, não há um consenso mesmo entre especialistas. Alguns, como Vital Didonet, da Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar, acreditam que uma boa idade seria entre os 2 e os 3 anos. Adriana Foz, psicopedagoga especialista em neuropsicologia, concorda que a melhor época para o aprendizado da segunda língua é a infância, até os 3 anos de idade. Dos 3 aos 8 anos é o segundo melhor momento, segundo ela.

Todos são unânimes em afirmar que o aprendizado de idiomas na infância deve ocorrer de forma lúdica, sem muitas cobranças. "Essa deveria ser a regra para qualquer aprendizagem nessa fase de crescimento. Estudos mostram que a criança que não brinca ou brinca pouco tem um cérebro menos desenvolvido", diz Didonet. Segundo Adriana, é importante observar se o filho está envolvido e interessado no aprendizado, o que seria um indício de que o estímulo está sendo positivo.

Além do estímulo na escola, o estímulo dentro da própria casa é outro elemento muito importante. Se os pais também falam a língua que a criança está aprendendo, mais fácil será o processo de aprendizagem. Também é fundamental ter em mente que a criança é prática e concreta. Ela não tem interesse em “coisas para o futuro”, segundo Didonet. “Na infância, o uso de uma ou mais línguas tem de ser espontâneo, natural. A criança deve perceber que as pessoas se comunicam naquela língua porque é a linguagem delas."

Porém, há quem seja contra o aprendizado de novas línguas tão cedo. A pedagoga Coli Casanta, por exemplo, acredita que é melhor começar a expor a criança à segunda língua após os 10 anos, depois que a criança já tiver a base da personalidade formada.

Caso contrário, teremos adolescentes cansados, segundo ela.